Tag Archives: negócio

transferir-2O Marketing Multinível (MKM) cresce a cada dia, atraindo pessoas de Uberlândia, que vão de autônomos a profissionais com carreiras consolidadas. O negócio, que é um sistema binário no qual os investidores ganham sobre suas vendas e também sobre o rendimento da rede de novos vendedores, reúne marcas como Polishop, Magazine Luiza, Natura, Avon e Mary Kay. Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), o segmento apresentou estabilidade diante do atual cenário econômico e fechou o primeiro semestre de 2016 com R$ 19 bilhões em volume de negócios, 2,5% menor do que o mesmo período de 2015, com R$ 19,5 bilhões.

O MKM é uma opção de baixo custo para abrir o próprio negócio e pode ser feito pela internet ou em casa, gerando uma renda extra que pode gerar ganhos acima da média salarial brasileira. Segundo a Síntese de Indicadores Sociais 2015, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é de R$ 1.725.

a-1-300x200

Leandro Borgognoni, há dois anos, entrou no MKM e trabalha 4h por dia para ganhar R$ 700 (Foto: Cleiton Borges)

Há seis meses, o empresário do ramo de alimentação e tecnologia Juarez Pina se tornou um empreendedor do Polishop. Segundo Pina, ele se encantou com a proposta do negócio. “Confesso que fui sem nenhuma expectativa, mas lá percebi que ia muito além do que imaginava”, disse o empreendedor, que afirma ter recebido R$ 2.143,00 de retorno nos primeiros 15 dias dedicando uma hora diária.

Segundo Pina, embora o vínculo com a marca seja apenas contratual, no Polishop, o empreendedor tem uma espécie de plano de carreira e gera mais benefícios a medida que sua rede vai crescendo. “Tem gente que conquistou uma renda média de R$ 30 mil mensal em 6 meses e vive exclusivamente disso”, disse Pina. Ainda segundo ele, a marca já possui mais de 500 empreendedores só em Uberlândia.

No mercado de vendas há 10 anos, Leandro Borgognoni é outro investidor que, há 2 anos, entrou no MKM do Magazine Luiza. Segundo ele, dedicando uma média de 4 horas por dia divulgando sua “Vitrine” na página da marca, chegou a receber uma média de R$ 700 de comissão na venda de produtos. ”Mas, para mim, o negócio sempre foi um extra. Agora que estou desempregado, vou divulgar mais até me recolocar no mercado, pois quanto mais tempo se dedicar, melhor é o rendimento”, disse.

É preciso plano de ação e desconfiar de alto rendimento

Tempo e dinheiro são dois pontos que devem ser analisados quando se pretende investir em marketing multinível. A maioria das pessoas que entra nessa modalidade de negócio busca uma alternativa para uma fonte de renda extra, segundo o consultor Marcelo Cunha, mas, de acordo com ele, como todo negócio exige dedicação para alcançar resultados. “Se entrar, crie um bom plano de ação, defina uma meta para sua participação. Se o objetivo é só uma fonte de renda extra ou se pretende viver exclusivamente disso”, disse Cunha.

a-300x200

Juarez disse ter recebido R$ 2.143,00 de retorno nos primeiros 15 dias no MKM da Polishop (Foto: Cleiton Borges)

Nova modalidade pode ser confundida com pirâmide

Promessa de ganho financeiro com poucas horas de trabalho por dia é o principal atrativo que leva empreendedores a investir em marketing multinível. No entanto, essa modalidade de negócio pode ser confundido com as pirâmides financeiras, que apresentam sedutoras promessas de lucro em curto prazo, mas acabam causando prejuízo a maior parte de seus participantes ao longo de seu funcionamento.

Segundo o consultor de negócios Marcelo Cunha, a principal diferença entre marketing multinível e pirâmide financeira é que na primeira existe um fim comercial, em que a venda de produtos ou serviços é o foco do negócio. “Já na pirâmide não existe a venda de um produto real que sustente o negócio, ou seja, a comercialização de produtos ou serviços tem pouca importância para a sua manutenção. Assim, para o esquema de pirâmides, a principal fonte de renda é o incentivo à adesão de novas pessoas ao negócio, o que faz com que seu crescimento não seja sustentável”, disse.

Fonte: correiodeuberlandia.com.br

Administrador de Empresas, especialista em Marketing Multinível, deficiente auditivo com perda auditiva de severa a profunda, gestor dos projetos Oportunidade Inteligente e Deficiente Empreendedor.